Google+ Followers

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

ELE ESTA CHEGANDO!!! FELIZ ANO NOVO.




Meu irmao perguntou-me qual minha expectativa para o proximo ano.
E ficou surpreso quando respondi-lhe: NENHUMA.
Entao perguntou porque. A qual respondi-lhe que se eu chegar com vida em 2013 já será uma grande bencao. Com saúde então! Poderei superar qualquer expectativa. Pois quando o Senhor nos da saúde Ele já esta nos dando oportunidade de corrermos atrás de nossos objetivos.



Quantos não sao aqueles que não conseguirão atravessar esta madrugada!


Infelizmente muitos ficaram em 2012 justamente por causa da comemoração pela chegada do proximo ano. E a bebida  e uma das principais causas destas mortes.



O que mais faço nestes dias do ano, é orar para o Senhor dar livramento ao maximo possível de pessoas nestas festas. E que estas mortes deixem de ser uma das tradições dos finais de ano.



  Quando nao morrem em nestes acidentes ainda correm o risco de passar pelo que a Jacqueline Saburidos esta passando.
                                                                  Antes ela era assim
 O responsável pelo acidente agora com 20 anos não consegue se perdoar por ter conduzido bêbado,     Está consciente de que arruinou a vida de Jacqueline Saburidos.

Veja este video:  http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=Fz_FHCrt0eE





By Marinice Alves cardoso

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Pergunta "O que é a Profecia Maia de 2012?"


Resposta: Os antigos maias, com base em gráficos estelares, profetizaram que 21 de dezembro de 2012 seria o fim do mundo (ou pelo menos a data de algum tipo de catástrofe universal). Os gráficos estelares meso-americanos começaram por volta de 680 AC na civilização olmeca, a qual gravou padrões astrológicos e eventualmente compartilhou essa informação com os maias. Os maias tinham uma longa história de seguir o solstício de inverno (provavelmente para o plantio de culturas) e criar calendários (pelo menos 17 que conhecemos). Em algum momento, eles desenvolveram a crença de que o sol é um deus e de que a Via Láctea, que chamavam de "Árvore Sagrada", era uma porta de entrada para a vida futura. Depois de aprender com os olmecas, os maias mantiveram registros de padrões do movimento estelar pelos próximos 200-300 anos.

Os maias desenvolveram o seu próprio calendário (A Longa Contagem) cerca de 355 AC. Eles foram capazes de utilizar as suas observações e proezas matemáticas para calcular os movimentos futuros de estrelas no céu. O resultado foi que os maias descobriram o efeito de oscilação da terra ao girar sobre o seu eixo. Esta oscilação faz com que as estrelas se movam gradualmente no céu (um efeito chamado "precessão") em um ciclo de 5.125 anos. Os maias também descobriram que uma vez em cada ciclo a faixa escura no centro da Via Láctea (chamada de "Equador Galáctico") cruza o elíptico (o plano do movimento do sol através do céu).

Durante o ano da intersecção, o sol atinge o seu solstício (um breve momento em que a posição do sol no céu encontra-se na sua maior distância angular do outro lado do plano equatorial do observador) no dia 21 de dezembro para o hemisfério norte e 21 de junho para o hemisfério sul. Naquele tempo, o solstício ocorre no mesmo momento da conjunção do equador galáctico com a Via Láctea. O ano em que isso ocorre (em relação ao nosso calendário gregoriano) é 2012 DC e aconteceu pela última vez em 11 de agosto de 3114 AC. Com a mitologia maia ensinando que o sol é um deus e que a Via Láctea é a porta de entrada para a vida e a morte, os maias concluíram que este cruzamento no passado deve ter sido o momento da criação. Os hieróglifos maias parecem indicar que eles acreditavam que o próximo cruzamento (em 2012) seria uma espécie de final e de um novo começo de um ciclo.

Todas as chamadas "profecias maias de 2012" são nada mais do que extrapolações descontroladamente especulativas, com base em interpretações ainda incertas por estudiosos de hieróglifos maias. A verdade é que, além da convergência astrológica, há poucos indícios de que os maias profetizaram algo específico a respeito dos eventos em seu futuro distante. Os maias não eram profetas, pois não foram capazes de prever a sua própria extinção cultural. Eles eram grandes e talentosos matemáticos, mas também eram um povo tribal brutalmente violento com uma compreensão primitiva dos fenômenos naturais, exercendo crenças arcaicas e práticas bárbaras de derramamento de sangue e sacrifício humano. Eles acreditavam, por exemplo, que o sangue de sacrifícios humanos alimentava o sol e dava-lhe a vida.
Não há absolutamente nada na Bíblia que apresente 21 de dezembro de 2012 como o fim do mundo. Embora essa data não seja menos válida para um evento do final dos tempos do que qualquer outra data futura, a Bíblia em nenhum lugar apresenta os fenômenos astronômicos aos quais os maias apontavam como um sinal do fim dos tempos. Aparentaria ser inconsistente da parte de Deus permitir que os maias descobrissem uma verdade tão surpreendente e ao mesmo tempo manter os muitos profetas do Antigo Testamento ignorantes da cronologia das ocorrências. Em resumo, não há absolutamente nenhuma evidência bíblica de que a profecia maia de 2012 sobre a previsão do dia do juízo final seja válida ou provável em qualquer sentido.

Aceitar a profecia maia de 2012 exige a aceitação das seguintes teorias: o nosso sol é um deus; o sol é alimentado pelo sangue do sacrifício humano; o momento de criação ocorreu em 3114 AC (apesar de todas as provas de que aconteceu muito mais cedo); e o alinhamento visual das estrelas tem algum significado para a vida humana cotidiana. Como qualquer outra religião falsa, a religião maia buscava elevar a criação em vez do próprio Criador. A Bíblia nos fala sobre esses falsos adoradores: "Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si" (Romanos 1:25), e "Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis" (Romanos 1:20).  








 Aceitar a profecia maia de 2012 também nega o claro ensino bíblico sobre o fim do mundo. 
 Jesus nos disse: "Quanto, porém, ao dia e à hora, ninguém sabe, nem os anjos no céu nem o Filho, senão o Pai" (Marcos 13:32).
 Fonte:www.GotQuestions.org/Portugues

Na paz, Marinice Alves Cardoso











































 


quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Arquitetura Algumas das principais obras de Oscar Niemeyer

Morre aos 104 anos o arquiteto Oscar Niemeyer

O arquiteto completaria 105 anos no próximo dia 15 (Foto: Reuters) Maior nome da arquitetura brasileira, e um dos ícones da arquitetura mundial, Oscar Niemeyer Soares morreu na noite desta quarta-feira (05), aos 104 anos, de insuficiência respitarória. Ele completaria 105 anos no próximo dia 15, e estava internado desde o dia 2 de novembro no Hospital Samaritano, na zona sul do Rio de Janeiro, a princípio para tratar de uma desidratação. Niemeyer permaneceu lúcido até terça-feira, e a família estava ao lado dele no momento da morte.

O corpo do arquiteto será velado no Palácio do Planalto, em Brasília. A presidente Dilma Rousseff ofereceu o palácio à família para o último adeus a Niemeyer. Ainda não há confirmação do horário do velório.

Leia também:
Oscar Niemeyer assinou cerca de 500 obras
O revolucionário pai da arquitetura moderna
Relembre as principais obras de Niemeyer

Em maio deste ano, Niemeyer já havia sido internado outras duas vezes, no mesmo local, apresentando quadros de desidratação e pneumonia. Em abril, o arquiteto passou ainda 12 dias internado devido a uma infecção urinária.

Nascido em 15 de dezembro de 1907, Niemeyer formou-se como arquiteto e engenheiro na Escola Nacional de Belas Artes, em 1934.  Logo depois, começou a trabalhar no escritório dos renomados arquitetos Lúcio Costa e Carlos Leão. Mesmo sem remuneração, o emprego serviu de trampolim para Niemeyer conquistar o respeito de figuras importantes.

Fachada do Palácio da Alvorada.(AP Photo/Eraldo Peres)Sempre idealista e inovador, ganhou nome pela sua ousadia e recebeu oportunidades para participar de grandes obras, como o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, em Belo Horizonte, construído entre 1942 e 1944. Neste local, construiu ainda a Igreja São Francisco de Assis, alvo de diversas críticas da Igreja Católica devido à forma incomum e a um mural pintado por Cândido Portinari. Seus traços abstratos não agradaram a entidade religiosa, que se negou a benzer a obra após sua finalização, em 1943. A arquidiocese só a consagrou 17 anos depois, em 1959.

Dois anos depois, o arquiteto, sempre politicamente engajado, ingressou no Partido Comunista Brasileiro, sendo o responsável pelo projeto da sede do Partido Comunista Francês, cinco anos depois. Projetou ainda o Parque do Ibirapuera, em São Paulo, inaugurado no aniversário de 400 anos da cidade, em 1954. Para a mesma celebração, o arquiteto foi responsável pela construção do Edifício Copan, no centro da capital paulista.

Diante da polêmica gerada pelo projeto da Igreja São Francisco de Assis, Niemeyer ganhou mais visibilidade e passou a receber convites para outras obras como a construção da sede das Nações Unidas, em Nova York e, em 1957, deu início ao projeto para o Plano Piloto de Brasília, futura capital do Brasil.

Ao lado do companheiro Lúcio Costa e de Joaquim Cardozo, Niemeyer projetou os principais edifícios de Brasília, como o Congresso Nacional, os palácios do Itamaraty, do Planalto e da Alvorada, o Teatro Nacional e ainda a Catedral Metropolitana. Tudo realizado durante o mandato de Juscelino Kubitschek.
O Museu de Arte Contemporânea de Niterói, uma das obras marcantes de Niemeyer.(AP Photo/Ricardo Moraes)
Em 1964, após viajar para Israel a trabalho, Niemeyer volta para o Brasil e se depara com o início da ditadura no país. Em março daquele ano, o então presidente João Goulart foi deposto pelos militares, grupo contrário ao comunismo tão defendido pelo arquiteto. Tal posição política, desta forma, gerou inúmeros problemas para Niemeyer. A sede da revista Módulo, criada por ele em 1955, foi parcialmente destruída, seu escritório foi saqueado e seus projetos já não despertavam interesse em futuros clientes.

Em 1966, proibido de trabalhar no Brasil, o arquiteto se muda para Paris, na França, onde dá início a uma nova fase em sua carreira. Fixado na capital francesa, Niemeyer projeta a sede do Partido Comunista Francês, a Universidade Mentouri de Constantine, na Argélia, e a Editora Mondadori, na Itália, além de outras obras espalhadas pelo continente europeu.

A sede do Partido Comunista Francês, desenhada por Niemeyer(Foto AP/Christophe Ena)Com a abertura política no início da década de 80, Nieyemer retorna ao Brasil e, ao lado do seu amigo Darcy Ribeiro, vice de Leonel Brizola no governo do Rio de Janeiro, projeta os CIEPs (Centros Integrados de Educação Pública), e o Sambódromo da capital carioca. Em 1985 cria o Panteão da Pátria, em Brasília, e ainda o Memorial da América Latina, em São Paulo.

Depois disso, Niemeyer participa da construção do Museu de Arte Contemporânea de Niterói, em 1991, aos 84 anos. Nos anos 2000 têm início a série de inaugurações de museus. Em 2002 foi criado o Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba. Em 2006, um ano depois da inauguração do Auditório do Ibirapuera, são finalizados o Museu Nacional Honestino Guimarães e a Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola, o maior centro cultural do país.

Durante o governo de Aécio Neves, em 2010, Niemeyer concluiu um dos seus mais audaciosos projetos, a Cidade Administrativa de Minas Gerais, repleta de curvas e formas inovadoras, abrigando as Secretarias e os órgãos do Estado.
Fonte: 


Como sou uma admiradora do arquiteto Oscar Niemeyer, dedico esta postagem a ele, postando aqui algumas de suas principais obras.

Considerado por muitos como 'o arquiteto do século', Oscar Niemeyer ganhou notoriedade ao projetar construções com curvas antes impensáveis em concreto. Nesta postagem, conheça alguns de seus trabalhos de maior importância no Brasil e no mundo.
                                             



Oscar Ribeiro de Almeida Niemeyer Soares Filho  (nascido em 15 de dezembro de 1907) é um arquiteto brasileiro especializado em arquitetura moderna internacional. Na década de 1940, anos 50 e 60 ", ele se estabeleceu como um dos maiores luminares do modernismo",  Durante a década de 1950, enquanto Brasília estava começando a desenvolver, Oscar Niemeyer fez uma incrível quantidade de contribuições ao país através da concepção de edifícios importantes em Brasília. Ele é um pioneiro na exploração das possibilidades formais do concreto armado Apenas por o seu impacto estético. Ele tem atualmente 104 anos de idade e ainda está trabalhando.
Niemeyer é mais famoso por causa de seu uso de formas abstratas e curvas que especificamente caracterizam cada uma de suas obras, ele não se atem às tradicionais linhas retas, pois ele não é atraído por linhas retas ou ângulos mas ele é capturado pelo "free- fluir, curvas sensuais ..

Ele foi capaz de projetar e construir arquitetura curvada através de seu uso revolucionário de concreto. Seus projetos são ousados: a inovação mistura e coragem, liberdade e preocupações de invenção de plástico. Seus edifícios são muitas vezes     dadurch       por ser espaçoso e expostos, os volumes de mistura e espaço vazio para criar padrões não convencionais e, muitas vezes apoiado por pilotis. Seu trabalho com concreto é descrito como elegante e harmonioso. Oscar Niemeyer foi capaz de conectar o estilo barroco, com arquitetura moderna levando a uma nova forma de arquitetura, que nunca tinha sido construída no Brasil antes.

"Eu não sou atraído por ângulos retos ou para a linha reta, dura e inflexível, criada pelo homem. Sou atraído de fluxo livre, curvas sensuais. As curvas que eu encontro nas montanhas do meu país, na sinuosidade de seus rios, nas ondas do mar, e sobre o corpo da mulher amada. Curvas compõem todo o universo, o universo curvo de Einstein. "

Ele é elogiado por ser um grande artista e um dos maiores arquitetos de sua geração por seus partidários. 

Alguns de seus trabalhos mais famosos incluem a Catedral de Brasília, 


o Congresso Nacional do Brasil 


e do Museu de Arte Moderna de Niterói.

 Seus trabalhos incluem edifícios públicos projetados para a cidade de Brasília, e a sede das Nações Unidas em Nova York
Edifício-sede da ONU em Nova York, projetado pelo
arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer


 Ele tem, portanto, concebido casas particulares, edifícios privados, móveis, igrejas, edifícios para a educação, e monumentos.






VEJA NESTE SITE, MAIS DETALHES SOBRE ELE:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Oscar_Niemeyer